CIDADANIA23

PORTAL NACIONAL

Rubens Bueno pede à ministra e a secretários ações para socorrer suinocultores do Paraná

Diante das graves dificuldades enfrentadas pelos suinocultores do Paraná, o líder do PPS na Câmara, deputado federal Rubens Bueno (PR), solicitou ajuda e atenção da ministra da Agricultura, Kátia Abreu, e dos secretários estaduais de Fazenda, Mauro Ricardo Machado Costa, e da Agricultura e Abastecimento, Norberto Anacleto Ortigara, para que encontrem caminhos que possam ajudar os produtores. Os ofícios aos secretários e a indicação à ministra atendem preocupação do presidente  da Associação Paranaense de Suinocultores do Paraná, Jacir José Dariva, e de vários criadores paranaenses.

Nos documentos enviados para as autoridades, o parlamentar defende a necessidade urgente de uma revisão na pauta de ICMS para a cadeia suinícola do Paraná. “A atividade está à mercê da especulação do mercado, de atravessadores e de regras que não são respeitadas, em desobediência à legislação tributária, por falta de uma presença mais efetiva da fiscalização”, frisa.

Rubens Bueno afirma ainda que diante da inexistência de uma política séria e eficiente de abastecimento no país que regule o mercado na produção de proteína animal, “instalou-se uma guerra fiscal entre os Estados, com índices diferenciados de ICMS, em uma mesma região, favorecendo um em detrimento de outro”.  Como exemplo ele cita o Rio Grande do Sul, que privilegia a comercialização de suínos, cujos animais chegam ao Paraná com preços mais competitivos, trazendo insegurança ao produtor e graves prejuízos à sua atividade.

Nos documentos o deputado ressalta que a suinocultura é um segmento importante da pecuária no Paraná. “Ao longo dos anos vem se firmando e aumentando sua participação no valor bruto da produção paranaense e é a que mais emprega no interior”, frisa.

O Estado é o terceiro colocado no ranking nacional com a produção concentrada no núcleo regional de Toledo, Marechal Cândido Rondon, Cascavel, Ponta Grossa, Francisco Beltrão entre outros municípios.

“Contudo, o ano de 2016 será de desafios para o setor que está em crise com uma combinação de alta no preço do milho e baixa no preço do suíno vivo. Nesse sentido, vem ocorrendo falta de oferta de milho no mercado a preço compatível com um patamar aceitável em termos de custo de produção”, finaliza do o deputado Rubens Bueno, pedindo uma ação efetiva das autoridades.

Nenhum conteúdo relacionado

Deixe uma resposta