CIDADANIA23

PORTAL NACIONAL

Jordy diz que permanência do ministro da Transparência no cargo é insustentável

Robson Gonçalves

“O flagrante da conversa revela algo que é diametralmente oposto à postura que deve ter uma figura como o ministro da Transparência."

O deputado federal Arnaldo Jordy (PPS-PA) cobrou nesta segunda-feira (30) a demissão do ministro da Transparência, Fabiano Silveira, que aparece em áudio dando orientações ao presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), sobre como atuar diante das investigações da operação Lava Jato. De acordo com a gravação, divulgada pela TV Globo no fim-de-semana, o ministro da Transparência teria sugerido a Calheiros que não antecipasse informações à Procuradoria-Geral da República relacionadas à investigação.

“O flagrante da conversa revela algo que é diametralmente oposto à postura que deve ter uma figura como o ministro da Transparência. Portanto, tornou-se insustentável a permanência do ministro no cargo”, disse Jordy.

De acordo com a imprensa, a conversa foi gravada na residência oficial do presidente do Senado no dia 24 de fevereiro, quando Silveira ainda era conselheiro do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

“Esta é uma pasta (Ministério da Transparência) que precisa ser comandada por alguém que não tenha o mínimo de suspeição. Assim o Brasil espera”, acrescentou o deputado do PPS.

Nenhum conteúdo relacionado

Deixe uma resposta