CIDADANIA23

PORTAL NACIONAL

Risco Brasil cai mais de 22% desde início do impeachment de Dilma

O Risco Brasil, índice do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) que mede o grau de confiança do mercado sobre a economia e serve de base para investimentos estrangeiros no País, caiu 22,6% após o impeachment de Dilma Rousseff e a confirmação de Michel Temer na Presidência da República. Entre a votação na Câmara e o afastamento pelo Senado, o índice recuou de 394 para 376, mas despencou para 309 no dia do afastamento definitivo, em 31 de agosto.

Com Dilma na Presidência, desde quando o processo de impeachment foi aberto, o Risco Brasil chegou a 569 pontos.

Do primeiro dia de Dilma na Presidência até sua destituição, o Risco Brasil passou de 181 para 376, num crescimento de 107%.

Às vésperas da eleição de Lula, em 2002, o Risco Brasil foi a 2.436 pontos, o maior na série histórica divulgada pelo IPEA desde 1994. (Com informações do Diário do Poder)

Nenhum conteúdo relacionado

Deixe uma resposta