CIDADANIA23

PORTAL NACIONAL

PPS vai debater e elaborar propostas para os desafios que o País enfrenta

Robson Gonçalves

O partido está pronto para contribuir nas mudanças que o País exige

Diante dos inúmeros desafios que o Brasil enfrenta, o PPS tem o compromisso de debater os problemas e os dilemas enfrentados na economia e na política para apresentar propostas e soluções que levem o País superar a grave crise deixada pelo governo do PT. Esse assunto assim como a importância das reformas estruturais – Previdência, trabalhista e fiscal – foram discutidos nesta terça-feira (7), em Brasília, por dirigentes e pela bancada do partido na Câmara e no Senado durante a reunião da Executiva Nacional.

“A sociedade vive no limite. Todas as questões enfrentadas pelo País, como as reformas da previdência e trabalhista, a crise econômica, o problema fiscal dos estados e a violência, por exemplo, mostram a necessidade de um amplo debate e reflexão, tanto por parte do partido como de todas as representações políticas. É preciso encontrar caminhos. São esses os desafios que o PPS tem que dar respostas”, afirmou o presidente do partido, Davi Zaia.

Ele destacou a “presença significativa” do partido no governo de transição, nos  ministérios da Cultura e da Defesa, avaliando que o governo do presidente Michel Temer “tem conseguido manter relativa estabilidade econômica“, mas que existe dúvidas se o País voltará de fato a crescer neste ano.

“O governo, do ponto de vista econômico, conseguiu alcançar relativa estabilidade na medida em que a inflação é controlada e que consegue aprovação da PEC [Proposta de Emenda à Constituição] do Teto dos gastos públicos. A equipe do governo se voltou para o mercado e isso tem dado frutos. A dúvida é se isso será suficiente para garantir crescimento ainda em 2017”, disse.

Mudanças

Para o secretário-geral do PPS, Wober Júnior, o partido está pronto para contribuir nas mudanças que o País exige.

“As discussões [na reunião de Executiva Nacional] foram profundas sobre necessidade das reformas que o País exige e a organização do partido. Vamos realizar seminários com aliados políticos, dentre eles o PSDB e o PMDB. Além disso, a FAP [Fundação Astrojildo Pereira] vai promover um curso de formação para jovens e estimular novas lideranças políticas, e outros encontros que estão sendo preparados para fortalecer a nossa atuação e militância”, disse.

Segundo ele, o “PPS está com nova energia para 2017”, ano que completa 25 anos de fundação. Wober disse ainda que “apesar de o Brasil começar o ano tonto” pelas incertezas na economia e na política, “o partido está com toda força para ajudar nas mudanças que  sociedade brasileira exige” neste momento de crise.

Congresso

A Executiva Nacional discutiu também propostas de regras e normas para 19º Congresso Nacional que o partido realizará esse ano. As regras serão debatidas e deliberadas na reunião do Diretório Nacional que ocorrerá nos dias 24 e 25 de março, em Brasília.

Nenhum conteúdo relacionado

Deixe uma resposta