CIDADANIA23

PORTAL NACIONAL

Ex-presidente da Caixa depõe e relata pressão, destaca Estadão

Fábio Fabrini e Fabio Serapião – O Estado de S. Paulo

O ex-presidente da Caixa Jorge Hereda afirmou ontem, em depoimento à Justiça Federal em Brasília, ter sido pressionado pelo ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ) para acelerar investimentos do banco em determinadas empresas. Hereda disse que, em reunião com Cunha na Câmara, em 2014, o então deputado afirmou que o convocaria a depor na CPI da Petrobrás se projetos de seu interesse não recebessem financiamento com celeridade. “O senhor Eduardo Cunha reclamava do andamento dos projetos. Mas que a gente andava muito rápido com a Petrobrás.

E disse que, se a gente aprovasse os da Petrobrás antes dos outros, ele iria me convocar para a CPI”, afirmou Hereda. A convocação, segundo ele, não ocorreu, mas houve requerimentos. Hereda depôs como testemunha em ação penal – da qual Cunha é alvo – que apura suposta cobrança de propina de empresas em troca da liberação de aportes do banco. Advogado do deputado cassado, Délio Lins e Silva disse que as declarações de Hereda são “mentirosas” e motivadas por “retaliação”.

Nenhum conteúdo relacionado

Deixe uma resposta