CIDADANIA23

PORTAL NACIONAL

PPS condena tomada do Poder Legislativo pela Assembleia Constituinte na Venezuela

Carlos Garcia Rawlins/Reuters

Assembleia Constituinte fantoche de Micolás Maduro tomou posse na 1ª semana de agosto

O presidente do PPS, deputado federal Roberto Freire (SP), divulgou nota pública (veja abaixo) de repúdio ao decreto que autoriza a Assembleia Constituinte “fantoche” do presidente Nicolás Maduro exercer o Poder Legislativo do Parlamento da Venezuela.

O partido condena a decisão porque “representa a cassação dos parlamentares venezuelanos, legítimos representantes eleitos em 2015, que agora serão substituídos no poder de legislar e fiscalizar” pela Assembleia Constituinte, e defende “o isolamento diplomático da Venezuela até que se restabeleça a legalidade do estado de direito” no país vizinho.

Nota de repúdio pela destituição do Parlamento venezuelano

O PPS repudia o decreto autorizando a Assembleia Constituinte da Venezuela a exercer o Poder Legislativo no País vizinho. A decisão representa a cassação dos parlamentares venezuelanos, legítimos representantes eleitos em 2015, que agora serão substituídos no poder de legislar e fiscalizar pela Assembleia Constituinte fantoche do governo de Nicolás Maduro, no que consideramos mais um ato autoritário de uma ditadura deslavada na Venezuela .

Defendemos que haja uma reação no mundo, em especial, na América Latina, de todos os parlamentos democráticos e livres contra essa medida abusiva. Instamos todos os poderes legislativos, principalmente o brasileiro, a se posicionarem contrariamente a essa agressão contra a democracia na Venezuela.

Os parlamentares do PPS apresentarão uma moção de repúdio na próxima reunião do Parlasul solicitando a condenação e o isolamento diplomático da Venezuela até que se restabeleça a legalidade do estado de direito.

A tomada do Poder Legislativo pela Assembleia Constituinte de Maduro é a confirmação do total desmascaramento do caráter ditatorial que assumiu o governo venezuelano. O PPS continuará a apoiar a luta de resistência de seu povo e o restabelecimento da plena democracia na Venezuela

Brasília, 18 de agosto de 2017

Roberto Freire
Presidente Nacional do PPS”

Nenhum conteúdo relacionado

Um comentário sobre “PPS condena tomada do Poder Legislativo pela Assembleia Constituinte na Venezuela

Deixe uma resposta