CIDADANIA23

PORTAL NACIONAL

Vendas do comércio varejista em janeiro crescem 0,9% em relação a dezembro de 2017

Reprodução

Em 2017, o varejo brasileiro cresceu 2%, após dois anos de fortes quedas, diz IBGE

As vendas do comércio varejista brasileiro cresceram 0,9% em janeiro frente a dezembro de 2017 (com ajuste sazonal). O resultado compensa o recuo de dezembro (-0,5%), beneficiado pelo bom desempenho em janeiro no segmento de hipermercados e alimentos (2,3%). Os dados foram divulgados nesta terça-feira (13) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Outros avanços mais relevantes no setor foram observados em artigos de uso pessoal e doméstico (6,8%), ambos compensando as quedas no mês anterior de 1,7% e 7,2%, respectivamente.

Com isso, a variação da média móvel do trimestre encerrado em janeiro (0,3%) reverteu a queda em relação ao resultado do trimestre encerrado em dezembro (-0,1%).

Na série sem ajuste sazonal, frente a janeiro de 2017, o volume de vendas do comércio varejista cresceu 3,2%, décima taxa positiva consecutiva nessa comparação.

O acumulado nos últimos doze meses subiu 2,5% em janeiro de 2018 e teve sua maior alta desde de novembro de 2014 (2,6%), prosseguindo em trajetória ascendente desde outubro de 2016 (-6,8%).

O IBGE revisou os dados do comércio de dezembro. Ao contrário do recuo de 1,5% na comparação com novembro, conforme divulgado anteriormente, a queda foi de 0,5%. De acordo com a gerente da Coordenação de Serviços e Comércio do IBGE, a revisão foi em função da revisão de dados primários, além do ajuste de informações.

Em 2017, o varejo brasileiro cresceu 2%, após dois anos de fortes quedas. O resultado foi influenciado pelas vendas de móveis e eletrodomésticos, que voltaram a aumentar com a queda das taxas de juros.

Varejo ampliado

O volume de vendas do comércio varejista ampliado, que inclui também as atividades de veículos, motos, partes e peças e material de construção, recuou 0,1% ante dezembro de 2017, após a queda de 0,4% em dezembro.

Frente a janeiro de 2017, o varejo ampliado subiu 6,5%, nona taxa positiva seguida. O acumulado em 12 meses subiu 4,6% em janeiro, maior variação positiva desde setembro de 2013 (4,9%), mantendo a trajetória de alta iniciada em julho de 2016). (Com informações do IBGE e agências de notícias)

Nenhum conteúdo relacionado

Deixe uma resposta