CIDADANIA23

PORTAL NACIONAL

PPS-BH manifesta solidariedade aos servidores de educação da capital mineira

O PPS de Belo Horizonte divulgou nota pública (veja abaixo) de repúdio à truculência contra manifestantes da categoria de educação da capital mineira. Os professores da educação infantil municipal, que entraram em greve nesta segunda-feira (23) e faziam uma manifestação em frente à prefeitura da cidade. A categoria exige equiparação da carreira com a dos professores do ensino fundamental.

Nota pública de repúdio

O PPS de Belo Horizonte manifesta total repúdio à truculência contra os manifestantes da categoria da educação, que reivindicam melhorias em suas condições de trabalho.

Explicitamos nossa solidariedade às professoras e professores da educação infantil de Belo Horizonte, que foram forçados a encerrar manifestação pacífica e legitima pela Polícia Militar na última segunda-feira (23). A PM fez uso bombas, gás de pimenta, jatos d’água contra professoras de unidades de educação infantil.

Reivindicamos a apuração dos fatos, explicações e providências cabíveis imediatas dos órgãos fiscalizadores responsáveis, sobretudo do governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT) e do prefeito de Belo Horizonte Alexandre Kalil (PHS).

O PPS acredita na relevância da Educação Infantil, que em BH tem passado por mudanças que comprometem a qualidade e o acesso da população a esse direito.

Tristemente, na data em que se celebrava “O Dia Mundial do Livro”, o direito à livre manifestação, que é garantido por lei a todo trabalhador, foi cerceado de maneira inaceitável, justamente com nossos professores e professoras, que possuem o dom de ensinar. O PPS busca estimular, cada vez mais, que o Brasil se transforme em uma sociedade que tenha a educação como compromisso com todos os nossos cidadãos.

PPS de Belo Horizonte

Nenhum conteúdo relacionado

Deixe uma resposta