CIDADANIA23

PORTAL NACIONAL

Arnaldo Jardim questiona ministros sobre fechamento de fábrica de ureia pela Petrobras

Robson Gonçalves

Deputado pediu informações a Blairo Maggi e Moreira Franco sobre prejuízos à agropecuária

O deputado federal Arnaldo Jardim (PPS-SP) encaminhou requerimentos de informação ao ministro de Minas e Energia, Moreira Franco, e ao ministro da Agricultura, Blairo Maggi, questionando a decisão da Petrobras de fechar fábricas de ureia na Bahia. Jardim se escora em dados como o que atesta que, em 2017, o Brasil importou 28,6 milhões de toneladas de fertilizantes intermediários, segundo dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MIDIC).

O que levou o parlamentar do PPS a buscar informações nos ministérios foi o anúncio da Petrobras de que iria fechar a Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados da Bahia (Fafen-BA) com a justificativa de que ela apresentou resultado negativo. Além disso, foi divulgado que a Petrobras vai concentrar seus investimentos em óleo e gás. O fechamento da fábrica na Bahia é parte dessa estratégia. “O Brasil, que já depende em parte da importação de ureia para atender a sua demanda, passará a ficar totalmente dependente da importação do produto, o que coloca em grave risco estratégico a sua produção agrícola e pecuária”, afirmou Jardim.

Inúmeros setores do agronegócio defendem a adoção da estratégia contrária: manter as plantas em pleno funcionamento e investir para o aumento da produção da Fafen, com o objetivo de diminuir a dependência do país das importações dos produtos essenciais para a produção de fertilizantes e de suplemento para ruminantes. Afinal, o país é um dos maiores produtores mundiais de commodities. “O Brasil possui o maior rebanho do mundo e, diante da crise atual, é preciso, antes de mais nada, garantir à população baixo preço de alimentos no mercado interno, por uma questão de segurança alimentar”, argumentou o deputado.

Jardim, que é membro titular da Comissão das Minas e Energia da Câmara, perguntou aos dois ministros se há consenso entre eles e também entre as demais pastas da Esplanada dos Ministérios a respeito da importância dos fertilizantes na recuperação da grave crise econômica que o Brasil enfrenta, “considerando o protagonismo do agronegócio”. Outra informação que o deputado encaminhou foi qual o planejamento dos ministérios para suprir a demanda de ureia – tanto como componente de fertilizantes, como suplemento alimentar de ruminantes.

Nenhum conteúdo relacionado

Deixe uma resposta