CIDADANIA23

PORTAL NACIONAL

Cerco Inteligente de Segurança de Vitória (ES) vira modelo para outras cidades

Tela de monitoramento do Cerco Eletrônico da Guarda Civil Municipal da capital capixaba

As prefeituras de Maricá e de Niterói, no estado do Rio de Janeiro, estão adotando em suas cidades o modelo do sistema Cerco Inteligente de Segurança que foi implantado pelo governo municipal do PPS em Vitória (ES), em abril passado, e que já ajudou a reduzir em cerca 60% os furtos de veículos e outros crimes praticados utilizando veículos.

A ata de registro de preços elaborada pela prefeitura da capital está sendo utilizada como modelo para que estes municípios fluminenses contratem e ponham em execução sistemas idênticos ao utilizado na capital capixaba.

Segundo explicou o secretário municipal de Segurança Urbana, Fronzio Calheira, a prefeitura montou e realizou uma licitação na modalidade de registro de preços para contratos, serviços e bens para a solução do cerco eletrônico e esta ata de preços, que está completa e bem definida, está atraindo a atenção de outros municípios até de fora do Espírito Santo.

“Conseguimos colocar tudo em uma única planilha de registro de preços com os melhores preços e qualidades do mercado, e o resultado positivo que estamos colhendo com o serviço que estamos realizando está atraindo a atenção de outros gestores”, destacou o secretário, completando que “a barreira eletrônica em Vitória é utilizada para o combate ao roubo de carros e a todos os tipos de crimes que envolvem veículos”.

O subsecretário municipal de Tecnologia da Informação, Márcio Passos, destaca que o gerenciamento da montagem da licitação, na modalidade de registro de preços, foi um exercício de persistência, busca de conhecimento e informação, para descrever tecnicamente um produto final que fosse eficiente e atendesse as necessidades de nossa cidade. “Os resultados estão nos números de redução dos crimes envolvendo veículos”, destacou.

Cerco Inteligente de Segurança

Todas as entradas e saídas de Vitória foram contempladas pelo Cerco Inteligente de Segurança da Prefeitura de Vitória. São 18 barreiras com 70 câmeras e sistema de monitoramento OCR (Reconhecimento Óptico de Caracteres), gerando um banco de dados com todos os veículos que transitam pela cidade.

Os dados são cruzados com a base do Ciodes (Centro Integrado Operacional de Defesa Social) e, no caso de restrição, os operadores da Central Integrada de Operações e Monitoramento repassam todas as informações do veículo ao Ciodes para abordagem pelas equipes da Guarda Municipal ou da Polícia Militar. (Assessoria Prefeitura de Vitória)

Nenhum conteúdo relacionado

Deixe uma resposta