CIDADANIA23

PORTAL NACIONAL

Geraldo Alckmin: A melhor maneira de promover a igualdade é investir na educação infantil

Reprodução/George Gianni

“Governar é escolher. Nós já escolhemos: quero ser o presidente das crianças”, diz tucano

O candidato à Presidência da República Geraldo Alckmin (PSDB) reforçou, nesta segunda-feira (17), em reunião com Florence Bauer, representante da Unicef no Brasil, seu compromisso com a primeira infância.

“A melhor maneira de promover igualdade de oportunidades é investir na educação infantil. Vamos garantir vagas para as quase 440 mil crianças de 4 e 5 anos que estão fora da pré-escola”, afirmou.

O plano de governo tucano prevê a coordenação, pelo gabinete da Presidência, de programas governamentais que integrem as áreas de Saúde, Assistência Social e Educação com foco nas crianças de 0 a 6 anos e suas famílias, para garantir seu pleno desenvolvimento, nesta fase crucial do desenvolvimento humano. Caberá ao governo também acompanhar o desenvolvimento de cada criança e avaliar a qualidade dos serviços de atendimento à Primeira Infância.

“Governar é escolher. Nós já escolhemos: quero ser o presidente das crianças”, disse Geraldo Alckmin (veja aqui as diretrizes gerais do programa de governo do candidato).

O PPS integra a coligação “Para Unir o Brasil” (PSDB, PTB, PP, PR, DEM, SOLIDARIEDADE, PPS, PRB e PSD) que apoia à candidatura do ex-governador de São Paulo.

Jovens

O presidenciável também falou de suas propostas para os jovens. É seu compromisso oferecer uma Educação que agregue valor ao jovem, voltada para o desenvolvimento de habilidades e competências do século XXI, além da aquisição de conteúdo específico, para que ele saia da escola pronto para ingressar no mundo do trabalho, empreender ou continuar seus estudos na universidade.

“Vamos expandir o Ensino Técnico, a exemplo do que fizemos com as Fatecs e Etecs em São Paulo, para garantir a entrada dos adolescentes no mercado de trabalho. Muitas vezes os jovens estudam para um emprego que não existe e falta recursos humanos em determinados setores por falta de qualificação de mão-de-obra”, explicou Geraldo Alckmin. (Assessoria do candidato)

Nenhum conteúdo relacionado

Deixe uma resposta