CIDADANIA23

PORTAL NACIONAL

Geraldo Alckmin faz um alerta aos eleitores: “Quando a gente erra, são 4 anos de problemas”

Reprodução

"Estou preparado para assumir o comando e colocar o País no rumo certo”, afirma tucano

“Quando a gente erra, são 4 anos de problemas”. Assim o candidato à Presidência da República Geraldo Alckmin (PSDB) resumiu a importância de que o eleitor não siga o caminho dos extremos representados pelos candidatos do PSL, Jair Bolsonaro, e do PT, Fernando Haddad, na eleição do próximo domingo.

Em entrevista (ouça aqui) no Rio de Janeiro, nesta quinta-feira (04), antes do último debate dos presidenciáveis, o tucano reiterou sua confiança de que estará no segundo turno e lembrou que a decisão se dará somente no dia 7.

“Política é convencimento: não se obriga, se conquista. O Brasil tem jeito e é isso o que vou seguir mostrando. Tenho confiança e fé no Brasil”, afirmou.

“Percorri todo o Brasil para ouvir as pessoas e ver de perto nossos problemas de infraestrutura. Temos 7 mil obras paradas no país. Nosso compromisso é recuperar a capacidade de investimento do governo e finalizar essas obras. Isso vai gerar emprego na veia”, prosseguiu.

“A situação do Brasil não é simples, é grave. É preciso ter responsabilidade, experiência, para enfrentar esse quadro. Eu estou preparado para assumir o comando e colocar o País no rumo certo”, completou (veja aqui o programa de governo do candidato).

O PPS integra a coligação “Para Unir o Brasil” (PSDB, PTB, PP, PR, DEM, SOLIDARIEDADE, PPS, PRB e PSD) que apoia à candidatura do ex-governador de São Paulo.

Manifesto

Questionado sobre um manifesto sem autor que circula pela internet sugerindo união de candidaturas contra os extremos, o tucano disse que não vai mudar.

“Nós queremos mesmo receber o apoio do Ciro e da Marina. A verdade é que nenhum candidato vai deixar de ser candidato. Seguirei pedindo voto pro 45. Eu tenho sido coerente desde o começo e não vou mudar”, afirmou Geraldo Alckmin. (Com informações da assessoria do candidato) 

Nenhum conteúdo relacionado

Deixe uma resposta