CIDADANIA23

PORTAL NACIONAL

Rubens Bueno é reeleito presidente do Grupo Parlamentar Brasil-Itália

Robson Gonçalves

Na reunião que elegeu nova direção, parlamentares também debateram plano de trabalho

O deputado federal Rubens Bueno (PPS-PR) foi reeleito nesta quarta-feira (20) presidente do Grupo Parlamentar Brasil–Itália que tem a missão de estreitar os laços entre os dois países e atuar em questões de interesse mútuo. Os parlamentares se reunirão após o Carnaval para detalhar o Plano de Ação que norteará as reuniões, debates e deliberações do grupo ao longo do ano, tema que será tratado também com o Embaixador da Itália no Brasil, Antonio Bernardini, nas próximas semanas.

A direção do grupo, que hoje conta com 40 parlamentares, é formada, além de Rubens Bueno, pelos vice-presidentes Carlos Zarattini (PT-SP), Vinicius Carvalho (PRB-SP) e Evandro Roman (PSD-PR); a secretária Flávia Arruda (PR-DF) e o tesoureiro Laércio Oliveira (PP-SE).

Entre os temas que o colegiado pretende abordar está a situação dos brasileiros na Itália e dos italianos no Brasil. Atualmente, cerca de 73 mil brasileiros residem na Itália. Os deputados chamaram a atenção para as pressões sofridas pela Itália, no âmbito da União Europeia, para aumentar as restrições à entrada legal dos brasileiros no continente.

“É um tema que constará do nosso Plano de Ação. A Itália tem grande interesse em elevar o nível das relações e as oportunidades se fazem presentes em todas as áreas. Nesse sentido também vamos atuar no apoio aos brasileiros que buscam a cidadania italiana”, observou Rubens Bueno.

Carlos Zarattini e Paula Belmonte (PPS-DF) também destacaram a importância do grupo em se dedicar a esse tema.

“É fundamental que o grupo mantenha um diálogo estreito e permanente com o Parlamento italiano para evitarmos que a lei atual seja alterada, o que criará enormes dificuldades para os brasileiros descendentes de italianos”, advertiu Zarattini.

“Vejo essa situação com grande preocupação e vamos manter um diálogo constante com as autoridades italianas”, completou Flávia.

Imigração

Além das questões consulares, o grupo também irá debruçar-se sobre temas de imigração, combate à criminalidade, Defesa e investimentos, entre outros. Vinicius Carvalho, por exemplo, sugeriu que o grupo trabalhe para que o ensino do idioma italiano seja oferecido nas escolas brasileiras. Eros Biondini (PROS-MG), defendeu uma maior cooperação em temas sociais como em programas de recuperação de dependentes químicos, bem como uma aproximação estratégica com os consulados italianos no Brasil. Já Rodrigo Coelho (PSB-SC) quer resgatar e fortalecer a cultura italiana entre os brasileiros por meio de parceiras com os “Círcolos Italianos”.

Também participaram da reunião desta quarta-feira os deputados Baleia Rossi (MDB-SP), Carmen Zanotto (PPS-SC), Luciano Ducci e Luiz Antônio Corrêa (DC-RJ). (Com informações da Assessoria de Relações Exteriores da Câmara)

Nenhum conteúdo relacionado

Deixe uma resposta