CIDADANIA23

PORTAL NACIONAL

Brasil deve ser vanguarda na economia verde, defende Arnaldo Jardim

Robson Gonçalves

Deputado fala no relançamento da Frente Parlamentar Ambientalista, da qual é membro

“O Brasil pode ser a grande vanguarda do mundo na economia de baixo carbono, na economia verde”, disse o deputado federal Arnaldo Jardim (PPS-SP) durante o relançamento da Frente Parlamentar Ambientalista na manhã desta quarta-feira (27), na Câmara. Na solenidade, estavam deputados e senadores, além de organizações e entidades que trabalham com a questão ambiental. O cacique caiapó Raoni também participou da reinstalação.

Jardim, que é diretor responsável pela área de resíduos sólidos da Frente, afirmou que o colegiado tem a atribuição de reunir legislações e discutir o que impacta o meio ambiente. A Frente é uma das mais atuantes do Congresso Nacional. Segundo o parlamentar do PPS, ela já teve muitas conquistas, como uma legislação ambiental detalhada e abrangente. Muitas lutas também, quando o meio ambiente está ameaçado. Além disso, o colegiado enfrenta desafios.

Relator da Política Nacional de Resíduos Sólidos, Jardim disse que uma das lutas da Frente é fazer com as regras da PNRS, já aprovadas, sejam implementadas.

Outro ponto levantado pelo parlamentar do PPS durante a cerimônia foi o pagamento por serviços ambientais.

“Esse é um projeto também. Era uma missão da Frente e eu a cumpri, como integrante”, destacou.

Jardim disse ainda que o texto elaborado está pronto para votação em plenário.

No entender do deputado, esses temas fazem com que os debates relativos ao meio ambiente cheguem de forma propositiva, como alternativa de desenvolvimento.

“O Brasil tem condições de fazer com que uma matriz energética limpa, uma matriz de transporte limpa sejam suas marcas, como líder de uma economia de baixo carbono”, afirmou o parlamentar do PPS.

Nenhum conteúdo relacionado

Deixe uma resposta